Ética

  Clubes e etc...

  Glossário

  Como Iniciar

  Onde Praticar

  Muros

  Fotos

  Livros e Revistas

  Lojas e Fabricantes

  Destaque

  Acontecendo

  Meio Ambiente

  Artigos Técnicos

  Saúde

  Dicas

  Entrevistas

  Lagartixas

  Colunas

  Recados e Classificados

  Histórias de Montanhista

  Livro de Cume

  Tempo

  Links

  Fale Conosco

Tadeusz
Hollup
Flavio
Carneiro
Luciano
Bender
Untitled Document
Aos Veteranos da Montanha

As pessoas que nunca olharam para seus ancestrais,
nunca olharão para a posteridade... Edmund Burke

Pega Leve!
É mais que uma campanha para garantir o bom uso das trilhas e acampamentos limpos. É um programa ...
Montcamp
Untitled Document
Pedra da Gávea
e a mística Cabeça do Imperador

Importante ponto do montanhismo carioca, principalmente para quem gosta de caminhar, a Pedra da Gávea se destaca na paisagem do Rio de Janeiro com sua imponente e mística “Cabeça do Imperador”.

Existem duas trilhas principais que levam ao cume da montanha: uma delas se inicia no meio da Estrada das Canoas em São Conrado, a outra, pela Barra da Tijuca, no final da Estrada do Sorimã. Todas duas trilhas se encontram num ponto comum chamado Praça da Bandeira, que é um ótimo local para descansar, já que logo em seguida vem a Carrasqueira, um “trepa pedra” de aproximadamente trinta metros, que exige um pouco mais de cuidado, devido a exposição existente no local. É nesse ponto onde ocorrem inúmeras desistências, principalmente por parte dos iniciantes, que fazem a caminhada pela primeira vez.

Na “Cabeça do Imperador” está uma das escaladas mais famosas e bonitas do Rio – a Passagem dos Olhos. Uma escalada bem peculiar, pois é realizada quase toda em horizontal e, apesar de ser considerada uma escalada de graduação baixa, exige coragem e um bom equilíbrio emocional, pois seu grau de exposição é muito grande.

Histórico
(Retirado do livro Parque Nacional da Tijuca, de Carlos Manes Bandeira)

A Pedra da Gávea foi a primeira montanha a ser batizada com um nome em português no Rio de Janeiro. Ao ser descoberta a Baía da Guanabara, embocadura de um grande rio, no Rio de Janeiro, isso em 1 de janeiro de 1502, os marujos lusos visualizaram uma estranha montanha em forma de um “cesto-de-gávea” de suas caravelas, e assim a chamaram. Esse nome, registrado pelo Capitão Gaspar de Lemos, viria a se tomar famoso, místico e lendário.

A Pedra da Gávea, imensa escarpa de 842 m de altitude, com sua imponente "Cabeça do Imperador", tomou-se talvez a montanha mais mística do mundo.

Isso porque, no século XIX, o Padre Benigno Cunha enviou um relatório ao Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro descrevendo a existência de "inscrições fenícias" nos rochedos da pedra.

Em 1931 uma expedição de excursionistas tentou localizar "o túmulo do Rei Badezir", naturalmente sem sucesso. Tal procura deveu-se, segundo consta, a um rabino versado em línguas mortas ter feito a "tradução" das "inscrições" como sendo: "Tyro/Phenicia/Badhezir/Primogênito/Jethbaal".

Outras expedições foram realizadas sem maior sucesso, entre elas a do Instituto de Arqueologia Brasileira, desta feita buscando examinar um "portal de pedra” descoberto por excursionistas. Os resultados, porém, nada comprovaram da autenticidade do mesmo, na realidade, somente um simples fraturamento de uma camada que, ao desprender-se, deixou um curioso "nicho" de 15m de altura, 7 m de largura e 2m de profundidade.

Livros foram escritos sobre a Pedra da Gávea, ou falam dela, como "O Enigma da Atlântica", do Coronel Alexandre Braghine, "A Esfinge de Pedra" e outros.

A Pedra da Gávea tornou-se motivo de culto para diversas seitas religiosas, entre as quais se destacam os esoteristas e os teosofistas, além de outros místicos em geral. Eles afirmam que o interior da pedra "é oco" e que "lá residem espíritos poderosos”...

  + Destaques ...
 24/07/11 Floresta da Tijuca
 09/03/06 Censo 2005
 06/03/06 Transição Planetária
 06/03/06 Movidos à paixão
 16/02/06 CEC
 07/02/06 Paradigma-Conquista
 31/01/06 Corredor Austral
 26/12/05 Ano novo
 20/12/05 Indivíduos melhores
 20/12/05 Nosso planeta
 01/12/05 Fora da percepção
 16/05/05 Censo 2005
 16/05/05 Paulo Macaco
 05/05/05 ATM-2005
 28/04/05 Cicloturismo
 26/04/05 Gente boa
 12/04/05 Pão de Açucar
 31/03/05 É pelo silêncio
 11/03/05 Ciclismo
 01/03/05 Travessia
 28/11/04 Bicicleta
 03/11/04 Salinas - Pico Maior
 26/09/04 Ciclo de Palestras
 24/08/04 Salomith Fernandes
 02/08/04 Novas imagens
 28/07/04 Big Wall
 03/05/04 Calendário 2004
 13/04/04 ATM-2004
 14/02/04 Montanhismo
 23/12/03 Costão
 23/12/03 Laudo técnico



 


MUROS
Cintia Adriane
Pico da Tijuca
O Parque Nacional da Floresta da Tijuca abriga a maior floresta urbana do mundo. E como não poderia deixar de ser, nela pode-se encontrar numerosas trilhas interessantíssimas para se conhecer.

Daniel Guimarães
Você sabe o que é um BigWall?
Não há nenhuma definição específica que qualifique uma parede como um big wall, mas como o termo já diz, tem que ser uma parede grande, preferencialmente “fendada” e negativa.

Lucas Tejero
Huayna Potossi
Ainda nos meus primeiros passos dentro deste mundo fascinante, que é o alpinismo em alta montanha, eu já ouvia falar que se alguém quisesse conhecer este esporte deveria começar pelas montanhas da Bolívia.

Mariana Candeia
O Caráter Sedutor do Escalador
Fruto de um e-mail enviado pelo Antônio Paulo Faria à lista da FEMERJ onde ele explanava, juntamente com a porcentagem de escaladoras no país, comentários sobre aspectos que envolvem as conquistas amorosas entre escaladores, surgiu em mim o interesse em além de responder o e-mail adicionando informações do âmbito da psicologia, investigar mais o tema que parece ser bem interessante. Este é um tema curioso na medida em que, de uma forma geral, as questões de ordem sexuais são fundamentais e estão em lugar de destaque na nossa vida pessoal.

Pedro Bugim
Escalando a Grande Leste
Tudo estava preparado. A mochila, o croqui, as provisões, a equipe. Contudo, após uma noite particularmente fria e mal dormida, acordei bastante soturno e às 5:30h, após colocar minha cabeça para fora da barraca, sentia-me imensamente indisposto para a empreitada que me aguardava.

 José Luiz Barbosa
 Taranto Junior
 WD net
 Marcia Leoni